Séries que não sabem quando parar

É muito comum os autores não saberem quando pararem de escrever suas obras. E o meio de comunicação onde isso mais acontece, é nas séries. Isso acontece porque os canais de TV ganham muito dinheiro com as séries, e como os roteiristas, diretores e atores ganham uma boa grana também, eles continuam desenvolvendo.

Um bom exemplo disso é série Dr. House. Na quarta temporada, a qualidade decaiu um pouco, devido a uma greve de roteiristas, mas ainda sim, foi divertida. Na quinta temporada, a série começou a se focar no declínio físico e mental do protagonista, Gregory House. Porém o tema foi sendo abordado ao longo de QUATRO TEMPORADAS, sendo que poucos eram inovadores, ou nos mostravam outros lados da personalidade de House. Mesmo que House demonstrasse sua genialidade, sua ironia e sua aversão por regras, os espectadores já conheciam todos aqueles aspectos do personagem. Embora tenha passado um pouco do ponto, a série acabou no “momento certo”. Terminou onde não poderia explorar mais nada, e com um fim emocionante.

Outra série que mostra bem isso, é Supernatural. Nas primeiras temporadas, explorou bem as criaturas sobrenaturais, e os mistérios que envolviam o demônio de olhos amarelos. Depois disso, teve o Apocalipse. Mas assim assim que a saga do apocalipse acabou, eles apenas inventaram “desculpas” para continuar a série, pois nessas séries onde é facil fazer o “caso da semana”, eles podem continuar infinitamente. Criaram criaturas superpoderosas e tentaram fazer parecer ameaças maiores que as anteriores, mas nada consegue superar as primeiras temporadas.

Uma vez, em um Nerdcast (espero que saibam o que é), o escritor Eduardo Sphor disse que uma aventura pode ser ruim, mas se o final for épico, ela será lembrada para sempre. Eu não estou dizendo que essas séries são ruins, ou que os autores não precisam se preocupar com o inicio e o meio. A mensagem que ele quis passar é que, mesmo que o inicio e meio sejam geniais, se o desfecho não for bom, a obra será esquecida. Mas se tiver um final épico, será considerada uma obra prima.

O que eu quis dizer com isso? Bem. Se essas séries soubessem parar, e utilizar as suas melhores sagas para concluir a série, elas seriam muito melhores. Pois as vezes a série se desgasta tanto, que acaba tendo um final muito forçado.

Não me entendam mal. Lendo isso, parece que as séries não são tão boas, mas eu só falei delas, porque são séries que eu amo, eu que assisti até o final (House) ou assisto até hoje (Supernatural), e com certeza terão um post próprio no blog futuramente.

Por hoje é tudo pessoal!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s