Análise: Assassins Creed III – Liberation

Untitled-1 copy

Assassin’s Creed volta ao mundo dos games após sua última franquia, em Assassin’s Creed – Revelations, onde os mistérios de Ezio Auditore e Altair foram desvendados.

O jogo começa com o protagonista e descendente de uma linha de assassinos, Desmond Miles no final de 2012, onde Desmond terá que evitar um apocalipse. Dessa vez o jogo não ocorre na pele de Ezio Auditore, ao contrário das ultimas franquias do game. Connor Kenway é o protagonista de Assassin’s Creed III. O game é narrado entre 1753 e 1783, na America Colonial, mas a infinita guerra entre a Ordem dos Assassinos e dos Templários continua, agora, Connor lutará em meio a Revolução Americana. O jogador poderá interagir com personagens históricos incluindo George Washington, Benjamin Franklin, Thomas Jefferson, Israel Putnam, Marquês de La Fayette, John Pitcairn, William Prescott, e Charles Lee, e ainda participará de grandes momentos na história americana, como o Grande Incêndio de Nova Iorque (1776) ou o Inverno de Vale Forge, assim como andar em cidades como Boston. Dá pra lembrar que nas franquias II e Brotherhood também vimos um personagem pra lá de famoso, Leonardo Da Vinci, que inclusive vira amigo e repara e cria armamentos para o Ezio. Vale lembrar que segundo a Ubisoft, a campanha de Assassin’s Creed III é maior que a de seus antecessores.
As plataformas para Assassin’s Creed III são: Playstation 3, Xbox 360, PC e Nintendo Wii U.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s