Como foi O Hobbit, A Desolação de Smaug?

Olá nerds! Ontem fui assistir ao segundo filme do Hobbit. Infelizmente não pude ir no lançamento devido ao meu trabalho, pois tive algumas apresentações à fazer, mas não demorei muito para ver, haha. Antes de ver o filme eu vi algumas pessoas que assistiram na pré-estréia, e todas falaram que este filme foi melhor que o segundo. Será que é mesmo? Bem, vamos ver.

Antes temos que entender uma coisa. É claro que vocês sabem que o filme é diferente do livro, assim como os filmes do Senhor dos Anéis. O Peter Jackson fez várias adaptações, adições e subtrações aos filmes. Algumas adições são ‘da cabeça dele’, digamos assim, que servem para fazer o filme ser mais fácil. Mas outras adições vêm de apêndices escritos pelo próprio Tolkien. Mas será que essas alterações abrilhantaram a obra de Tolkien?Bem, na minha opinião este filme NÃO foi melhor que o primeiro, embora ele tenha muitas cenas ótimas. Neste filme nós vemos mais ligações com o Senhor dos Anéis. Principalmente nas cenas em que Bilbo usa O Um Anel. Porém há algumas cenas que mostra Gandalf separado da comitiva indo enfrentar o Necromante, e Sauron chega a aparecer, em um formato de fogo (muito louca esta cena), mas foi meio desnecessário. E o Radagast então, que no primeiro filme foi bacana, neste foi totalmente inútil.

O Azog, vilão criado pelo Peter Jackson, que foi muito f*da no primeiro filme, neste segundo foi bem apagado, até porque surgiu um outro orczinho que era meio comandante também. E nós temos também dois elfos “extras”, que são Legolas, já conhecido pelo Senhor dos Anéis, e a Tauriel, personagem feminina criada pelo PJ. Os dois serviram para fazer um triângulo amoroso junto com um outro anão, e para criar uma nostalgia devido ao Legolas. Toda sua participação não agregou em nada.

Outra cena que decepcionou um pouco foi a do Beorn, que é uma das mais clássicas no livro, mas no filme é bem diferente. E mais pro final do filme também, quando o dragão acorda (isso não é spoiler, por tem no trailer), nós temos a incrível cena da conversa do dragão e Bilbo! Essa ficou muito boa, e o dragão está ÉPICO. Mas depois os anões chegam e tem uma grande e cansativa sequência de ação, onde os anões ficam fugindo do dragão, para só então o dragão sair da montanha e ir em direção à Cidade do Lago, para acabar o filme. Essa cena de ação é bem dispensável.

Mas como eu disse, algumas adições foram muito boas. Como as cenas em que Bilbo é tentado pelo anel. Outra adição que eu gostei muito foi a maior participação de Bard, que aparece do nada no livro. Já no filme há toda uma construção para que ele se torne o herói no próximo filme.

Bem, eu gostei mais do primeiro filme, mas este segundo tem muitas cenas bem legais também, porém fiquei decepcionado com a cena do Beorn. Agora cabe a vocês decidirem o que vocês acharam dos filmes. E não esqueçam de comentar aqui em baixo, darem gostei no post, compartilhar, e curtir a nossa page! Até a próxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s