O Espadachim de Carvão Que Não Pega Fogo

Olá nerds! Andamos um pouco parados… pera! Isso não faz sentido! Se andamos não estamos parados! Então vamos continuar andando. Hoje junto com o rei dos escritores livro de fantasia de um ótimo autor brasileiro chamado Affonso Solano. Já falamos aqui de Dragões de Éter (que já estou no terceiro livro, então post em breve). E é ótimo ver que o universo literário fantástico do nosso país está se tornando fantástico! (ok, essa foi horrível). Bem, vamos ao resuminho!

“KURGALA É UM MUNDO abandonado por Quatro deuses. Adapak é filho de um deles.

E agora ele está sendo caçado

Perseguido por um misterioso grupo de assassinos, o jovem de pele cor de carvão se vê obrigado a deixar a ilha sagrada onde cresceu e a desbravar um mundo hostil e repleto de criaturas exóticas. Munido de sabedoria ímpar, mas dotado de uma inocência rara, ele agora precisará colocar em prática todo conhecimento que adquiriu em seu isolamento para descobrir quem são seus inimigos. Mesmo que isso possa comprometer alguns dos segredos mais antigos de Kurgala”

O Espadachim de Carvão, assim como em Dragões de Éter, apresenta referências ao nosso mundo, mas muito mais sutis. Como alguns nomes por exemplo. Ele também possui uma linguagem fácil e uma leitura fluida, que se torna rápida ao longo de suas páginas, que não chegam a trezentas.

Mas algo bem interessante é que (não que eu conheça profundamento o Affonso Solano, mas o conheço de seus casts no MRG) pode-se notar Muito de Affonso em Adapak. Onde o crescimento do espadachim representa o seu amadurecimento, e a saudade que sente de seus entes, de bolos de geleia, dos livros da infância, e de quando saiu de sua “caverna”. E aí está outra referência, e talvez a mais importante de todas, o Mito da Caverna de Platão! Se não conhece, vá conhecer!

Continuar lendo

Versus Time: Mario VS Sonic

VS TIME MARIO SONIC

  • História:

O encanador mais querido do mundo, o nosso velho amigo Mario, teve sua primeira aparição no jogo Donkey Kong, e nem esse nome ele tinha. Um tempo depois ele reapareceu em um jogo com o seu nome. De origem italiana, sempre que o Reino do Cogumelo precisa de sua ajuda ele atende ao chamado (geralmente esta necessidade é a Peach ser sequestrada). É o mascote da Nintendo, e faz muito sucesso até hoje, protagonizando os melhores jogos da empresa atualmente, sempre com um ótimo padrão de qualidade. Tem Mario, é bom!

O Sonic é um ouriço azul que vive na floresta, conhecido também como Sonic The Hedgehog (Sonic O Ouriço). No roteiro original o Sonic fazia parte d uma banda, e possuía um visual mais sinistro, mas depois de umas adaptações o roteiro ele acabou virando o “amiguinho dos animais”, e praticamente todo jogo você tem que salvar os animais que foram sequestrados pelo Robotnik e transformados em robô. Durante a era da grande batalha entre SNES e Mega, Sonic era o carro chefe da SEGA. Hoje em dia quase não se vê mais jogos do personagem, e estão longe de fazer o sucesso que faziam, ou o mesmo que os jogos do Mario.

Mesmo que a história do Mario seja a mais simples possível, eu a considero melhor que a do Sonic. A do Mario é mais agradável: Um homem mau que quer a princesa. Já no Sonic, você não entende muito bem o que está acontecendo. Embora nenhum dos personagens tenha como foco sua história.

Dkong_end

Músicas Parecidas – Plágio ou Coincidência?

Você já ouviu alguma música e pensou: “Meu Deus, é igual a…”. Claro que já! E garanto que várias vezes. E o curioso é que os músicos não fazem de propósito. Não estou falando de plágio. O fato é que existem certas sequências de sons que são mais agradáveis aos nossos ouvidos, ou que são mais fáceis de encaixar quando se compõe. Ou certas vezes os riffs são mais parecidos mesmo.

Aqui embaixo vou deixar uns vídeos bem interessantes de se assistir:

Continuar lendo

O Grande Ditador – Chaplin ou Hitler?

Para aqueles que não sabem o que é uma ditadura, ou querem saber mais sobre o assunto, recomendo dois posts que falam sobre o assunto. Um é o No Labirinto do Minotauro: Ditadura e o outro é o Sociedade Alternativa. O primeiro fala da ditadura de um modo geral, e em como ela pode ajudar ou não. O segundo se foca mais na ditadura militar aqui do Brasil, e no cenário musical da época.

Certamente você já ouviu falar de Hitler, um dos, senão O maior ditador de todos os tempos. Ele subjugou a Alemanha, foi responsável pelo Holocausto e pela queda da Alemanha, que não se saiu muito bem em sua empreitada de dominar o mundo. Hitler se utilizou do poder de seu exército, e do apoio da alta sociedade alemã para convencer o povo de seus ideais diabólicos. O ditador acreditava que apenas os arianos (loiros de olhos azuis) deveriam viver, sendo que ele nem alemão era! (Para mais informações, recomendo o Nerdcast 299 – A sombria ascensão de Hitler).

Além de tudo isso, ele possuía um bigodinho muito famoso, que era utilizado por parte dos homens da época, mas que hoje é quase como sua assinatura. Outra personalidade muito famosa que possuía o tal bigodinho era Charles Chaplin, famoso por seus filmes mudos. Um dos seus maiores trabalhos foi o filme Tempos Modernos. O que muitas pessoas NÃO sabem, é que ele também fez filmes falados.

Continuar lendo

Cenas Pós-Créditos

Eu li um post sobre cenas pós créditos no blog Nerd Maldito. Mas lá ele se focou nos dos games, embora tenha explicado que a origem foi no cinema. Eu vou focar mais no cinema.

Então, o que dizer sobre as cenas pós créditos? Eu, sinceramente, acho a maioria uma sacanagem. Bem, se você está em casa, pode avançar e ver se tem algo, mas no cinema, é ridículo. Ainda mais agora que a Marvel deu pra colocar cenas pós-créditos em TODOS os filmes. Em alguns deles, até que dá pra relevar. Passa uns dois minutos de créditos, aí passa a cena, e volta os créditos, mas nesse último Homem de Ferro, eu cansei de esperar e fui pra casa, mesmo a mulher da limpeza tendo me respondido que tinha uma cena depois. Poxa, eu paguei pra ver o filme, e o cara quer que eu fique com a bunda sentada na cadeira por dez minutos pra ver uma cena de 40 segundos que não muda nada!? Mas depois que cheguei em casa fui pro You Tube pra ver a cena, e de consciência limpa. Pois eu paguei pelo filme U.U

Só os fortes!!

E sobre os games… Bem, depois que eu zero o jogo, eu deixo os créditos rolando um pouco pra ver o que acontece, pego uma água, saboreio o momento, e após alguns momentos, se não der nada, eu desligo =)

E vocês, o que acham de cenas pós créditos? Deixem sua opinião aqui em baixo por favor!

Nerd of the Dead – Websérie Brasileira de Zumbis!

Cada vez mais nó vemos conteúdo de extrema qualidade,  muitas vezes superando conteúdo do cinema e televisão, sendo produzido na internet. Os canais do YT estão praticamente substituindo os canais de TV. Eu ainda não falei de nenhuma websérie aqui no blog (não que eu lembre), mas tem várias muito boas, algumas brasileiras inclusive. E hoje vou falar da série Nerd of the Dead.

390666_467255833348484_1529737126_n

Está série está sendo exibida no canal do Omelete, o que já é algo que impõe um pouco de respeito. E como é no canal do Omelete, os caras receberam apoio da Ubisoft, o que impõe bastante respeito. Mas parceria não é sinal de qualidade não é? Pra ser sincero, a série não me agradou muito. A parte visual está muito bom, principalmente os zumbis, mas acho que essa é a única parte boa.

Continuar lendo

Vingadores vs. X-Men (Que Decepção)

A Marvel lançou uma saga que está fazendo bastante sucesso, e um certo “rebuliço” (eita palavra estranha). Eu resolvi ler a série. Li. Não achei nada impressionante, e vou dizer o porque.

WOOOOW *—-*

Primeiramente, vou fazer uma sinopse bem básica: A fênix está vindo para a Terra, atrás de Esperança (uma mutante, pra quem não sabe). Os Vingadores querem pegá-la pra “mantê-la em segurança”, mas os X-Men não querem dá-la aos Vinagdores (que estão ao serviço dos EUA, ou da ONU, sei lá), pois acham que essa pode ser a oportunidade deles restaurarem sua raça, que foi destruída pela Feiticeira Escarlate. E essa é a desculpa pra colocar os heróis da Marvel lutando uns contra os outros…

Continuar lendo

Música é Diversão

Existem algumas bandas que utilizam de sua música para passar uma mensagem de amor, ou de revolta. Muitas vezes querem apenas acalmar as pessoas, ou fazê-las ficar com raiva. No fim, todas as músicas passam uma mensagem. Algumas delas querem apenas que as pessoas se divirtam. E neste post vou falar de algumas dessas bandas. Já falei bastante sobre os Mamonas Assassinas no post Mamonas e sua Utopia. Os caras eram gênios. Divertiam a todos com sua música, e se divertiam com suas próprias músicas. Os Mamonas eram uma banda com uma energia e presença de palco inigualável. Sempre com suas letras irreverentes e algumas vezes ‘desbocadas’, mas que divertiam de meninos de 8 até velhas de 80. Com certeza a banda mais divertida do Brasil, quiçá do mundo (sério, eles eram muito bons mesmo).

Continuar lendo

Mães Importantes do Universo Nerd

Já que hoje é dia das mães, vou fazer (mais) um postzinho extra sobre elas. E vou falar de certas mães do universo nerd, que são muito importantes para os nossos tão queridos personagens.

Kushina

Amo ruivas *-* (com todo respeito naruto… sem bem que nessa aqui tá meio rosa… mas ela é ruiva u,u)

Kushina é a mãe do Naruto. Bela e ruiva. Vinda da vila do Tufão. Se casou com Minato, que se tornou o quarto Hokage. Os dois tiveram um filho loiro de olhos azuis que batizaram de Naruto. Ambos morreram protegendo seu filho. Ela é um exemplo de mãe, pois deu sua vida, e se sacrificou para salvar seu filho.

Helena Pera

Gudi Gudi família linda!!

Também conhecida como Senhora Incrível, é a matriarca da família de super-heróis conhecida como Os Incríveis. Sempre cuidando de seus filhos e de seu marido. Tratando-os com muito carinho para que ficassem longe do perigo (em uma ilha cheia de inimigos). Ela sempre segurou o emocional da família. É a mais “pé-no-chão” da família.

May Parker

-Olha velho, tão falando de mim, não de você.

Conhecida como Tia May… OPA! Peraí. Como assim “Tia”? Não era posts sobre MÃES? Sim meu caro leitor, mas o que quero mostrar aqui, é que muitas pessoas não tem a chance de serem criados por suas mães, muitas vezes vivendo com sua avó ou tia (como é o caso do Peter). Mas a Tia May cuida de Peter Parker, vulgo Spider-Man, como se fosse seu filho. E se não fosse por ela, o emocional do Peter teria ido pro espaço há muito tempo.

Bem, deixo aqui meu agradecimento, em nome da equipe Bloqueio Nerd, a todas as mães, ou pessoas que desempenham tal papel. MUITO OBRIGADO.

Ouçam o Pandoracast!!

Há muito tempo eu tenho vontade de fazer um podcast. Desde quando conheci o Jovem Nerd. Porém nunca surgiu a vontade e oportunidade. Eu até poderia fazer um, mas sei que não ficaria satisfeito com ele, então vamos deixar esse projeto pro futuro. Mas hoje eu venho aqui para falar pra vocês sobre o Pandoracast, o podcast de um amigo meu.

Até o momento eles já tiveram três episódios. É claro que, como todo projeto, sempre tem o que melhorar, ainda mais no começo. Esses episódios foram só um teste. Mas a qualidade está muito boa. Principalmente a do áudio em si. Eles não utilizam muita edição pois a proposta deles é um papo mais light e descontraído.

Então entrem lá e deem uma força. Se quiser, comente lá que você chegou “via Bloqueio Nerd”.

Logo_com_site-002