Inscreva-se no Clube da Luta – Você Precisa de Nós

Olá nerds! Neste fim de semana eu li Clube da Luta, um dos melhores livros que já virou filme! Hehehe. Vocês devem conhecer o famoso filme com Brad Pitt e Edward Norton, que explodiu cabeças e incitou muitos jovens revolucionários de sofá. Hoje eu vou falar um pouco sobre esta obra sensacional, e também fazer algumas comparações entre o filme e o livro, mas não esperem nenhum VS Time.

O livro é em primeira pessoa e acompanha… bem… o protagonista. É meio estranho mas sim, o personagem principal não tem nome. Ou melhor dizendo, seu nome verdadeiro não aparece nunca. Ele trabalha em uma empresa de seguros, é um solteirão na casa dos 30 que sofre de uma insônia terrível, e vive boa parte do dia no “modo zumbi” e chega a ter apagões. A única coisa que o faz relaxar é ir à grupos de autoajuda. Grupos de pessoas com câncer, com parasita, coisas assim. Pessoas que estão prestes a morrer.

Nesse meio tempo ele conhece duas pessoas que mudariam seu destino para sempre. Marla Singer, uma mulher que começa a frequentar os mesmos grupos que ele. Mas ele sabe que ela é mentirosa, como ele, pois ela vai a todos os grupos. A segunda pessoa é Tyler Durden, que trabalha com projetores de cinema e de garçom. Um dia seu apartamento exploda (sabe-se lá porque) e ele tem que ir morar com Durden. Juntos eles montam o Clube da Luta, que ocorre uma vez por semana no porão de um bar.

Mas, o importante neste livro, não é o clube, não são as regras ou a história em si. Os homens do livro frequentam o clube pois sua vida é um lixo, em cubículos, com chefes chatos e pessoas arrogantes. Eles não eram ninguém, mas no Clube eles tem a chance de se tornar heróis, de ter seu momento de glória. Se desprender de seus empregos, famílias e catálogos de móveis chiques, para viver!

Este é o ponto principal do livro. É claro que não precisamos tentar acabar com a sociedade moderna ou ficar se agredindo fisicamente para sermos felizes, mas algumas vezes temos que nos esquecer do que é supérfluo e focar no que nos faz sentir vivo. Para os personagens de Chuck Palahniuk, eram as lutas, mas para você pode ser ir assistir um filme, praticar um esporte, jogar RPG ou seja lá o que for. Junte-se com seus amigos, “monte um clube”, e viva! Senão você morrerá sem ter vivido nada!

Tanto o livro quanto o filme são ótimos. Para quem gosta de apenas uma dessas mídias, é indispensável, e para quem gosta das duas, sugiro que leiam o livro e vejam o filme. A história nos dois é a mesma, mudando poucas cenas e detalhes, com exceção do  fim, que tem uma leve diferença. O filme é um pouco mais “redondo”, porém o livro mostra dentro da cabeça do nosso protagonista, mais do que no filme, o que é incrível.

E para aqueles que não gostam nem de filmes, nem de livros… Céus! O que estão fazendo aqui?! Huahahaha. Por hoje foi isso. Não esqueçam de dar um like na nossa page . Até mais e volte sempre. Fui!

Anúncios

Músicas Para Lembrar

Olá nerds! Eu ia intitular este post “Músicas Para Lembrar do Passado” mas… né. Só se eu fosse um viajante no tempo pra lembrar do Futuro! Huahahah. Pois bem, faz muito tempo que não faço um post de música, e como esse é um dos meu temas preferidos para escrever, resolvi fazer este que estão lendo agora!

Eu, sinceramente, não sou tão velho assim a ponto de ficar relembrando e pensando nas escolhas que deveria ou não ter feito, e o que deixei pra trás, embora, não importa o quão pequenos sejam nossos universos, sempre temos escolhas a fazer, amigos que não vemos, coisas em geral, que nos esquecemos. Mas o que mais gosto neste tipo de música, é que elas sempre nos mostram que devemos seguir nossos, e manter que nós amamos sempre por perto, senão o tempo passa, e não volta mais, os sonhos e as pessoas ficam pra trás, e só nos restam as pessoas. E ao perceber isso, nessas músicas, eu vejo como eu devo seguir, para que não me arrependa de nada.

Esta primeira música é de Oswaldo Montenegro. Até que é bem conhecida, mas não muito mainstream, e as pessoas mais jovens dificilmente conhecem. Ela possui diversas versões, não na letra, mas sim no arranjo. Ela fala tanto sobre coisas que deixamos passar, e que poderíamos ter conservado, quanto de coisas que inevitavelmente ficam pra trás.

Agora para os americanizados de plantão que (oh meu deus) não suportam música em português, escutem esta linda canção de Johnny Cash, que fala sobre a dor ao passar dos anos. E pra quem quiser saber toda a letra… você está na internet! Pelamordedeus! Vai pesquisar.

Continuar lendo

Dragões de Éter Vol. II : Corações de Neve

Olá nerds! Depois de umas boas férias nós estamos de volta. Provavelmente ainda num ritmo lento, porque ainda é verão e temos que aproveitar né?! Mas não aguentamos ficar muito longe do blog, então cá estamos. E hoje vou falar novamente da série Dragões de Éter. Eu já falei sobre ela no post 3 Motivos Para Você Ler Dragões de Éter, que foi até reblogado no blog oficial do autor Raphael Draccon. Naquela época eu tinha lido apenas o primeiro livro, então lá estão basicamente as coisas que me agradaram e muito no primeiro livro, e no universo em geral, porém hoje vou analisar apenas o segundo volume. Chega de papo e vamos ao post!

A história se passa seis meses após o primeiro livro. Ele segue o mesmo esquema do volume anterior. Vários protagonistas, e os capítulos ficam alternando entre eles. Uma coisa que achei diferente neste livro foi que ele contém (alguns) capítulos “grandes”, por assim dizer, já que no primeiro livro todos eram bem pequenos. Mas o livro continua, em sua maioria, composto por capítulos pequenos. Não que isso seja um defeito, pois assim o livro se torna bem agradável e nem um pouco cansativo de ler. Continuar lendo

Feliz Natal e Ano Novo!

Olá nerds! Hoje é natal (véspera na verdade, mas né), dia de ganhar presentes! Que venham os livros, jogos, aparelhos eletrônicos etc. Mas o natal não é  sobre ganhar presentes, mas sim sobre ficar com a família e amigos. Então compense todo o tempo deste ano que você ficou enterrado em livros, videogames, assistindo vídeos no YT, filmes, ou lendo excelentes blogs como este aqui, e aproveite o tempo com a sua família. Porque no ano que vem, quando as séries de TV voltarem, ou estrear aquele filme, você não terá mais tempo para eles! Bem. Feliz Natal e Ano Novo também! (Porque eu não vou fazer um post para cada data!)

Devido às festas de fim de ano, entraremos num pequeno recesso, porque ninguém é de ferro! Mas não se desesperem, logo voltaremos! O nosso Muito Obrigado a todos que leram, divulgaram e ajudaram o nosso blog nesse ano de 2013!

Rock e Instrumentos Clássicos: Uma Junção Única (Parte 2)

Olá nerds! Há quase um ano que eu fiz o primeiro post sobre Rock e Instrumentos Clássicos. Lá eu falei sobre o Metallica, Epica, Globus e outras. Se quiser dê uma lida nele, mas só depois de ler este post! Ou leia ele e depois esse. Tanto faz. Bem, a junção de Rock e Música Clássica vêm desde muito tempo, pois a criatividade não tem fim. Um outro ótimo exemplo de mistura é a de Rock e Rap, como as bandas Charlie Brown Jr. e Red Hot. Talvez vocês não saibam, mas além de rockeiro eu também sou violinista, por isso a junção de Rock e Clássico está no meu sangue! Hehe. Mas uma ideia genial que eu nunca tive, sabe-se lá porque, foi tocar a minha guitarra com o arco do violino.

Continuar lendo

Como foi O Hobbit, A Desolação de Smaug?

Olá nerds! Ontem fui assistir ao segundo filme do Hobbit. Infelizmente não pude ir no lançamento devido ao meu trabalho, pois tive algumas apresentações à fazer, mas não demorei muito para ver, haha. Antes de ver o filme eu vi algumas pessoas que assistiram na pré-estréia, e todas falaram que este filme foi melhor que o segundo. Será que é mesmo? Bem, vamos ver.

Antes temos que entender uma coisa. É claro que vocês sabem que o filme é diferente do livro, assim como os filmes do Senhor dos Anéis. O Peter Jackson fez várias adaptações, adições e subtrações aos filmes. Algumas adições são ‘da cabeça dele’, digamos assim, que servem para fazer o filme ser mais fácil. Mas outras adições vêm de apêndices escritos pelo próprio Tolkien. Mas será que essas alterações abrilhantaram a obra de Tolkien? Continuar lendo

Covers Que Superaram As Músicas Originais

Olá nerds, hoje vou falar de alguns covers que superaram as músicas originais, seja em questão musical, ou em sucesso, ou nos dois. Mas antes vamos esclarecer algumas coisas: este post expressa a MINHA opinião, se você não concorda comente aí em baixo (educadamente); por cover entende-se alguém tocando a música de outro alguém, seja praticamente igual ou uma versão diferente. Bem, acho que agora podemos ir para o post!

Você certamente deve conhecer as músicas de quais eu vou falar. Pelo menos a maioria, e algumas são bem famosas por serem covers, mas certamente o cover é mais famoso, e a pessoa acaba conhecendo ele primeiro, e levando um choque quando descobre que não é a versão original. Muitas vezes achamos o cover melhor, por termos um apego sentimental a ele. E o inverso é verdadeiro também. Quando ouvimos um cover, e já conhecemos a original, fazemos cara feia antes mesmo antes de ouvir! Mas o negócio é deixar o PRÉ conceito e curtir as músicas.

Twist And Shout

Essa música eu descobri há pouco tempo que não era dos Beatles, e eu fiquei tipo “minha vida foi uma mentira”. Essa música é um grande sucesso da banda, e nunca ninguém comenta que ela é um cover, como acontece com outras bandas. Realmente foi uma surpresa pra mim. A música originalmente foi gravada pelos The Topnotes (haha, conhecidíssimos, claro). 

Continuar lendo

TOP 5 – Espadas do Universo Nerd

Olá nerds, hoje nós teremos um TOP 5!!!! No universo nerd nós temos diversos espadachins, samurais, ou personagens que acabaram utilizando espadas em suas aventuras, e algumas dessas espadas são muito famosas, mitológicas! As vezes mais conhecidas que o seu próprio usuário. Mas, como sempre, este é o meu Top 5, e vão faltar espadas maneiríssimas. O que resta é você comentar as que acha que deveriam entrar, então, chega de papo e vamos lá!

5 – Espada de Gryffindor

Pra quem me conheçe, sabe que sou fã de Harry Potter, então eu não poderia deixar ela de lado. A espada é utilizada pelo Harry na Câmara Secreta, e também por Neville no Relíquias da Morte. Ela absorve tudo que a fortalece, por isso absorve o veneno do basilisco, que é usada para destruir as Horcruxes no último livro/filme.

TOP 5 Espadas

4 – Espada de Hatori Hanzo

Hatori Hanzo é um artífice do filme Kill Bill, que faz katanas, a famosa espada japonesa. No universo do filme, as espadas deles são as melhores que existem. Ele já estava aposentado, mas Beatrix o convenceu a forjar mais uma, para que ela se vingasse de Bill. As espadas de Hatori Hanzo realmente impõem muito respeito quando aparecem, por isso merecem o quarto lugar!

Top 4 Espadas Continuar lendo

Você conhece a SEXTA-FEIRA PRETA? O_O

Olá nerds dessa geração coca-cola capitalista ao qual eu pertenço também! Eu sempre gosto de pegar alguns assuntos, e utilizar para falar sobre o que cerca este tema. E o assunto que vou falar hoje é a Black Friday, ou Sexta-Feira Preta, como eu mesmo traduzi livremente. Bem, a vida já não é fácil, na questão financeira, e pra nós nerds então… VISH! Sustentar hobbies não é nem um pouco barato, e dependendo de qual é o seu, pode ser muito difícil, isso se você não tiver mais de um.

Eu possuo diversos hobbies, mas não mantenho o foco em todos ao mesmo tempo (isso seria humanamente impossível). Então nos momentos em que estou focado em um certo hobbie, eu gasto mais com ele. Porém dentre meus hobbies, como livros, histórias em quadrinhos, filmes, videogames, animes, entre outros, o mais caro de todos, sem um pingo de dúvida, é a música! Meu amigo(a)! Já gastei muitos pilas (dinheiro aqui do sul) com meus instrumentos, equipamentos, acessórios, encordoamento, palhetas, breu e por aí vai! Acho que dava comprar um PS4 já, huahaha (tá, exagerei um pouco).

 Mas há um dia… um dia nerds, onde há esperança para os nossos bolsos… sim, a sexta-feira preta, conhecida também como BLACK FRIDAY (KABRUM!).

Black Friday

Continuar lendo

Primeiro Rock na Praça de Tramandaí + Nona Noite de Gala da OSMI

Olá nerds, venho aqui mais uma vez, novamente com um post de música! Já faz mais de um mês. Bem, não é segredo que eu sou rockeiro (e clássico também, kkk), mas eu não sou o único da região. Nesses últimos tempos a “cena underground” vem crescendo muito aqui no litoral norte. Ela tinha dado uma apagada há alguns anos, mas agora está vindo com tudo. Cada vez mais eventos, apresentações, shows e bandas novas surgem todo dia. E o mais novo evento é o Rock na Praça de Tramandaí!

Totalmente independente, sem o apoio de ninguém

Poeira Cósmica

Banda de abertura: Poeira Cósmica

O evento foi muito bacana. Os equipamentos usados foram emprestados pelos próprios músicos. Todos se ajudaram e o público foi muito educado e curtiu muito. Felizmente ninguém reclamou, não chamaram a brigada ou algo assim, porque tecnicamente o evento era “semi-oficial”, digamos assim, hahaha. Esse evento serviu para mostrar que aqui no litoral nós temos músicos de qualidade e com muita boa vontade! Continuar lendo