Músicas Para Lembrar

Olá nerds! Eu ia intitular este post “Músicas Para Lembrar do Passado” mas… né. Só se eu fosse um viajante no tempo pra lembrar do Futuro! Huahahah. Pois bem, faz muito tempo que não faço um post de música, e como esse é um dos meu temas preferidos para escrever, resolvi fazer este que estão lendo agora!

Eu, sinceramente, não sou tão velho assim a ponto de ficar relembrando e pensando nas escolhas que deveria ou não ter feito, e o que deixei pra trás, embora, não importa o quão pequenos sejam nossos universos, sempre temos escolhas a fazer, amigos que não vemos, coisas em geral, que nos esquecemos. Mas o que mais gosto neste tipo de música, é que elas sempre nos mostram que devemos seguir nossos, e manter que nós amamos sempre por perto, senão o tempo passa, e não volta mais, os sonhos e as pessoas ficam pra trás, e só nos restam as pessoas. E ao perceber isso, nessas músicas, eu vejo como eu devo seguir, para que não me arrependa de nada.

Esta primeira música é de Oswaldo Montenegro. Até que é bem conhecida, mas não muito mainstream, e as pessoas mais jovens dificilmente conhecem. Ela possui diversas versões, não na letra, mas sim no arranjo. Ela fala tanto sobre coisas que deixamos passar, e que poderíamos ter conservado, quanto de coisas que inevitavelmente ficam pra trás.

Agora para os americanizados de plantão que (oh meu deus) não suportam música em português, escutem esta linda canção de Johnny Cash, que fala sobre a dor ao passar dos anos. E pra quem quiser saber toda a letra… você está na internet! Pelamordedeus! Vai pesquisar.

Continuar lendo

Rock e Instrumentos Clássicos: Uma Junção Única (Parte 2)

Olá nerds! Há quase um ano que eu fiz o primeiro post sobre Rock e Instrumentos Clássicos. Lá eu falei sobre o Metallica, Epica, Globus e outras. Se quiser dê uma lida nele, mas só depois de ler este post! Ou leia ele e depois esse. Tanto faz. Bem, a junção de Rock e Música Clássica vêm desde muito tempo, pois a criatividade não tem fim. Um outro ótimo exemplo de mistura é a de Rock e Rap, como as bandas Charlie Brown Jr. e Red Hot. Talvez vocês não saibam, mas além de rockeiro eu também sou violinista, por isso a junção de Rock e Clássico está no meu sangue! Hehe. Mas uma ideia genial que eu nunca tive, sabe-se lá porque, foi tocar a minha guitarra com o arco do violino.

Continuar lendo

O que é Música?

Todas as pessoas do mundo escutam música todos os dias, querendo elas ou não. A música está em todo lugar. Na televisão, na internet, na rua. É uma indústria que movimenta muito dinheiro, embora não seja a maior. Ela causa muitas discussões, brigas e inimizades, mas também e responsável por muitos sonhos, boas emoções e inspirações pra vida de muita gente. Você, que está lendo isso, provavelmente deve gostar de música. Será que você sabe “o que é Música”?

Continuar lendo

Músicas Parecidas – Plágio ou Coincidência?

Você já ouviu alguma música e pensou: “Meu Deus, é igual a…”. Claro que já! E garanto que várias vezes. E o curioso é que os músicos não fazem de propósito. Não estou falando de plágio. O fato é que existem certas sequências de sons que são mais agradáveis aos nossos ouvidos, ou que são mais fáceis de encaixar quando se compõe. Ou certas vezes os riffs são mais parecidos mesmo.

Aqui embaixo vou deixar uns vídeos bem interessantes de se assistir:

Continuar lendo

Músicas Para Tarefas Braçais!

Whaaat? Que título mais sem sentido. Pois é galera. Eu andei reparando que sempre que vou arrumar meu quarto, organizar minha escrivaninha ou limpar meus instrumentos, eu boto uma música pra me animar… Sim… esses são os trabalhos braçais que eu faço. Sabe o pessoal que faz faxina ou lava roupa no rio? (pessoas ainda lavam roupa no rio?) É o mesmo esquema.

Eu já falei de músicas para se ouvir em certos momentos aqui no blog, como no post Qual Música Te Define? Existe música para todos os momentos. Aquelas pra quando se está triste, feliz, com raiva, ou quando você não sabe como está. Tem aquelas que servem em qualquer hora, e tem aquelas que você usa para se manter acordado ou animado.

Continuar lendo

Qual Música Te Define?

É engraçado como muitas vezes algumas músicas definem nossa personalidade, ou nosso estado de espírito. É claro que, na maioria das vezes, nós procuramos essas músicas. Estamos tristes, escutamos uma música triste. Com sono, uma música calma. E por aí vai. A minha banda favorita é Pink Floyd, por isso, quando quero relaxar, aproveitar o momento ou simplesmente esquecer de tudo, eu escuto ela. Sâo raros os momentos em que esse doce remédio não me causa efeito. E pode ter certeza, que quando Pink Floyd não adianta, a coisa tá feia! Se você está com saudade de alguém, Wish You Were Here é perfeita. Se que experimentar algo épico, os álbuns Dark SIde of the Moon e The Wall são perfeitos. Principalmene The Great Gig in the Sky e Comfortably Numb.

Outra banda que curto muito é Nirvana. Esta é ótima pra extravasar, esquecer, e acompanhar junto com a minha guitarra (sua linda, te amo *-*). É indescritível a sensação de extravasar tudo na ponta de seus dedos, tocando uma música que você adora, se balançando e pulando feito doido. Acho que realmente mostramos quem somos quando estamos sozinhos. Haha.

Ultimamente tenho escutado um pouco de umas bandas antigas que influenciaram o Renato Russo em suas composições mais depressivas. Tipo The Smiths e Bauhaus. Essas músicas são bem pra “fossa” mesmo, mas são muito legais. Como eu disse antes, dependendo do momento nós procuramos por certas músicas.

E vocês, quais músicas gostam de escutar quando estão felizes, tristes ou animados? Deixe seu comentário aí embaixo!

Bardos e Suas Canções – Estar do Seu Lado

Hoje no Bardos e Suas Canções, eu trago pra vocês uma música num estilo bem diferente da primeira, hehe. Com uma letra e melodia melhor trabalhadas. E nós chamamos uma amiga, a Mariana Mendonça, pra cantar. Queria agradecer a ela e a todo mundo que ajudou. Se você gostou da música, por favor, nos ajude a divulgar.

Eu vi, no brilho dos teus olhos,
O brilho das estrelas, que eu ficava,
Toda noite a olhar.
E isso me fez lembrar…
Que eu procurava,
O meu, amor…
E isso me fez perceber…
Que eu não, necessito mais,
Procurar neste céu estrelado,
Tudo que eu quero é estar do seu lado!
Estar do seu lado 6X
Mas, você está distante
Como uma estrela no céu
Ou uma lembrança em minha estante
E isso me fez querer
Subir ao céu, buscar você,
Te encontrar, não te perder,
Estou sem ar, não consigo mais respirar.
Subi demais
Até onde eu não podia
E agora estou
Onde eu te via
Em meio às estrelas
Eu vou estar do seu lado
Estar do seu lado 6X

Autor e Instrumentista: Henrique P. Rodrigues

Cantora: Mariana Mendonça

Música nos Games

Já que semana passada falei de John, o Mestre dos Temas, vou continuar do assunto. Que tal sairmos fora das músicas que tocam no cinema e voltarmos nossa atenção para os jogos? Sim, os games também tem músicas muito famosas e contagiantes, que são tocadas e cantaroladas por aí a décadas.

Assim como as músicas de John fazem você lembrar de filmes, e até mesmo querer entrar neles, tem certas músicas que simplesmente te deixam imerso no jogo de uma forma incrível. Algumas são contagiantes e alegres, outras aumentam o clima de tensão, e tem aquelas que são ÉPICAS.

Começando com a que deve ser a mais famosa e adorada por todos. O tema do Bigodudo Mario, composta por Koji Kondo.

Ainda nos jogos da Nintendo, não podemos esquecer do tema dos jogos The Legend of Zelda. A música é muito linda, ela soa como um hino. Quando ouço, da vontade de colocar a mão no peito e ficar em posição de sentido. Dá vontade de pegar a Master Sword e sair por aí matando os monstros pra salvar a linda Zelda. A música realmente inspira o aventureiro…

Indo agora para os jogos de luta, nos temos o tema do incrível MORTAALLL KOMMBAAAAAT!!!! Essa música é muito contagiante, e só o grito que o cara dá, hahaha. Muito engraçado. E o cara tem que se segurar pra não ficar jongando que nem os lutadores do MK. A música não é muito inovadora, e é bem repetitiva, porém nos faz lembrar da infância, sem contar o grito épico. Por isso ela merece ser lembrada.

Também vale mencionar uma brincadeira que rola na internet, que é o “Guile’s Theme Goes With Everything”. São vídeos onde colocam a música do Guile, do Street Fighter, pois essa música entra no ritmo de qualquer coisa. Tem uns que são engraçados, mas daí o pessoal começou a colocar em qualquer vídeo, então tem uns que não são muito legais. Procure aí no YouTube.

E por último, vou deixar uma das músicas mais épicas de todas da história dos games, que faz parte da OST de um dos jogos mais fabulosos que já joguei na minha vida. A música se chama The Opened Way, composta por Kow Otani. Imagine você, em uma região desértica, sozinho, tentando derrotar um Colosso monstruoso para salvar o seu amor, e aquele música ALUCINANTE tocando. Simplesmente ÉPICO!

Se você gostou do post, ou acha que eu esqueci de alguma música muito importante, comente aí embaixo.