Dragões de Éter Vol. II : Corações de Neve

Olá nerds! Depois de umas boas férias nós estamos de volta. Provavelmente ainda num ritmo lento, porque ainda é verão e temos que aproveitar né?! Mas não aguentamos ficar muito longe do blog, então cá estamos. E hoje vou falar novamente da série Dragões de Éter. Eu já falei sobre ela no post 3 Motivos Para Você Ler Dragões de Éter, que foi até reblogado no blog oficial do autor Raphael Draccon. Naquela época eu tinha lido apenas o primeiro livro, então lá estão basicamente as coisas que me agradaram e muito no primeiro livro, e no universo em geral, porém hoje vou analisar apenas o segundo volume. Chega de papo e vamos ao post!

A história se passa seis meses após o primeiro livro. Ele segue o mesmo esquema do volume anterior. Vários protagonistas, e os capítulos ficam alternando entre eles. Uma coisa que achei diferente neste livro foi que ele contém (alguns) capítulos “grandes”, por assim dizer, já que no primeiro livro todos eram bem pequenos. Mas o livro continua, em sua maioria, composto por capítulos pequenos. Não que isso seja um defeito, pois assim o livro se torna bem agradável e nem um pouco cansativo de ler. Continuar lendo

Anúncios

3 Motivos Para Você Ler Dragões de Éter

Olá nerds, hoje eu vou mostrar a vocês, como diz no título, três motivos para lerem os livros da série Dragões de Éter. Mas primeiro vamos apresentar um pouco sobre a obra. Dragões de Éter e uma trilogia de livros que se passa no reino de Arzallum. A ambientação é de certa forma, medieval, porém possui alguns aspectos um pouco mais modernos, pois há inovações que não são utilizados por todos. Como por exemplo o advento da pólvora, que é utilizada pelos temíveis piratas em seus terríveis canhões, ou por alguns bravos caçadores, mas muitos ainda tem um pé atrás quanto a isso, pois a pólvora ainda é meio instável. A história gira em torno de diversos protagonistas e personagens secundários, cada um com sua história, mas que acabam se entrelaçando cada vez mais. Se você quiser saber mais informações sobre a obra, acesse o site de Dragões de Éter.

1. Linguagem

Os livros são escritos pelo autor Raphael Draccon, que apesar desse nome, é brasileiro. Eu nunca fui muito fã de literatura brasileira, pois não se vê muito dela no mainstream, e é cansativo ficar procurando pelo submundo literário quando já se tem muitas obras na sua fila de espera. Mas a linguagem de Dragões de Éter é realmente aconchegante. Como diz no próprio livro, é como se um bardo estivesse lhe contando a história. E como foi escrito originalmente em português, o leitor não perde nada. Uma piada, uma gíria ou uma brincadeira. E os personagens de Arzallum possuem um linguajar bem contemporâneo, pois como disse antes, a obra se passa num ambiente medieval-moderno, o que dá muita vida aos personagens.

Continuar lendo